Adote costumes internacionais



Os costumes são, nada mais nada menos, que um conjunto de regras e características que, ainda que não sejam redigidas como leis, nos vão sendo impostas de geração em geração pela repetição no dia a dia. 
É uma maneira cultural de uma sociedade se manifestar.

Opiniões à parte, o que é certo é que olhando para a sociedade onde estamos inseridos poderão haver costumes com os quais não nos identificamos e até gostaríamos de alterar, tal como existirem hábitos noutros países que gostaríamos de adotar como nossos. Posto isto, selecionámos alguns costumes que podiam ser facilmente implementados por nós.

Espanha - Este é daqueles hábitos que deve reinar na classificação dos mais desejados! Pelo menos pelos portugueses... Aquela sonolência a seguir ao almoço era facilmente combatida por uma siesta para ajudar a reduzir o stress e por conseguinte, equilibrar o sistema nervoso, a melhorar a concentração e a criatividade.

Arábia Saudita - Têm por hábito nunca criticar ou chamar a atenção de alguém em público. Se pensarmos bem, uma das técnicas motivacionais existentes no mercado de trabalho, mas nem sempre levada em consideração, é semelhante... criticar em privado e elogiar em público. A um nível social também deveria ser mais implementado pelas pessoas, uma vez que ninguém tem de ser humilhado ou sofrer de vergonha alheia.

Estados Unidos da América - São conhecidos por iniciar o seu dia de trabalho mais cedo e consideram a pontualidade importante, inclusive costumam fechar as portas de espetáculos culturais à hora. Têm também o hábito de tratarem os seus conterrâneos pelo primeiro nome independentemente da classe social e região.

Inglaterra - Primam pela pontualidade e consideram deselegante o atraso, podendo mesmo achar que é falta de compromisso e até de respeito pelo outro. Não obstante, e muito semelhante aos EUA, iniciam o seu dia de trabalho mais cedo havendo mais tempo para socializarem com os colegas após o trabalho e antes de irem para casa.

Japão - A ideia de se descalçarem assim que chegam a casa representa que as energias impuras não entram no lar. Crenças à parte, o que é certo é que para além de ficar logo mais confortável e relaxado, irá reduzir cerca de 85% das bactérias em sua casa.

Holanda e Hungria - Além de beneficiar o corpo e a alma, ter o hábito de andar de bicicleta como principal meio de transporte é benéfico para a redução da emissão de gases poluentes.

Austrália - Sendo um povo caloroso e informal não gostam de fazer distinção entre classes. Por exemplo, se estiverem sozinhos e chamarem um táxi sentam-se à frente.

Alemanha - É comum oferecerem um presente de boas vindas a um vizinho novo, ditando a tradição que deve ser um copo de sal e pão. É uma excelente maneira de conhecer quem irá estar “ao seu lado” e, quem sabe, criar laços de amizade.

fonte: lifestyle.sapo.mz









Comentários