Coloquei as expectativas na gaveta e fui viver.




Eu já esperei demais. De mim. Dos outros. Do desconhecido. Enquanto esperava, nada acontecia. Ou tudo acontecia – mas nunca como o esperado. Nunca como eu havia imaginado cada um dos diálogos e dos caminhos. Então, troquei o meu esperar por passos. Troquei a expectativa das mensagens que nunca chegaram por sorrisos nascidos em alguma esquina. Entregas sinceras e até mesmo nunca planejadas, mas inteiramente sentidas. Se eu desisti do futuro e de tantos sonhos? Nem um pouco. Eu apenas entendi o significado de estar presente. Passei a apoiar os meus sonhos em pedras, ao invés de nuvens vazias. Assim, vou mais além. Mas não preocupe se você for apenas mais uma dessas cansativas expectativas. Existe uma solução muito simples para tudo isso: eu deixei outras expectativas iguais a você na gaveta. Elas podem te fazer companhia.



Autor: Matheus Jacob

Fonte: http://www.homemquesente.com/blog/expectativas

Comentários