Amor Verdadeiro




Nunca fui de acreditar em paixões avassaladoras, alma gêmea, a sua outra metade e todo essas histórias de grandes amores que mudam nossas vidas drasticamente. Pequenas paixões sim, aquele sentimento de desejo, afeto, compaixão, é o que eu tinha sentido até o momento.

Quando o encontro, seu sorriso, aquela alegria me invade e tudo que esta em volta some, não existe mais nada, não existe tristeza, problemas, dores, preocupações, somente nos dois, sorrio de volta e aquele momento se torna único, guardado pra sempre. Aquela pessoa que domina a sua mente, que te faz pensar nela todos os momentos, os tristes, os alegres, os difíceis, dos quais você queria que ela estivesse ali também, participando daquilo com você, que estivesse do seu lado sempre. E quando ele não está, e como se houvesse um buraco negro dentro de si, e cada vez que você lembra de um momento em que estavam juntos, de um conversa, de um olhar, esse buraco aumenta mais e mais. Querer aquela pessoa contigo por toda a vida, e sequer se imaginar sem ele, nada teria mais graça, nem sentido, não haveria mais vida então não haveria mais ele. Como tudo se encaixa tão bem, perfeitos/feitos um para o outro. Tudo isso seria os sintomas do amor verdadeiro?
Esse sentimento de saudade, de querer o bem, de sempre estar perto, de preocupação, de esquecer o mundo em que estamos e nos ligarmos a ele de uma forma tão forte e diferente.
Então aquela primeira questão do texto se encaixa aqui, o amor verdadeiro existe sim, aquela sua outra metade que estava perdida por ai, do qual eu imagino que aconteça diferente para cada pessoa. Essa outra metade, pode estar distante, como perto, ai do seu lado, você apenas não deve ter se tocado disso, você pode descobri-la de uma forma difícil como fácil, ou inimaginável, ela pode vir muito cedo ou tarde, mas não se iluda, nunca será tarde de mais, a hora que ele chegar, apenas será. Se durará para sempre, se o sentimento continuará forte eu não sei, ninguém sabe, não fico pensando se haverá uma longa história, um futuro feliz, prefiro vivenciar esse presente, assim construindo a nossa história.

Another Girl, Another Planet: texto de http://agirlaplanet.blogspot.com/

Comentários